Celulite



O que é ?

Na verdade, o nome celulite refere-se a um quadro inflamatório do tecido celular subcutâneo (gordura sob a pele). Na prática médica, usamos o termo Lipodistrofia Ginóide (LDG).

Na celulite ocorrem alterações do relevo da pele que a deixam com um aspecto ondulado, acolchoado ou em forma de casca de laranja. Ocorrem depressões ou elevações da pele que se localizam principalmente nas coxas e nádegas. O abdome e os braços também podem ser acometidos. As lesões podem ser assintomáticas (sem sintomas) ou podem causar dor e sensação de peso.

A celulite pode aparecer em todas as idades e ambos os sexos. A maioria dos casos ocorre no sexo feminino, geralmente após a puberdade, e em pessoas obesas. Acometem mais de 95% das mulheres.

Na celulite, ocorrem muitas alterações na estrutura da derme (uma das camadas da pele), microcirculação local e nas células de gordura.

Fatores que agravam

Vários fatores estão envolvidos, como hereditariedade (predisposição genética e constitucional), influência hormonal (estrógenos), alterações circulatórias, deficiência alimentar, aumento de peso, fumo, sedentarismo.

Tratamentos específicos

A celulite pode ser leve ou estar em estágios avançados. Os tratamentos dependerão do grau de celulite.

Os graus mais leves respondem bem às mudanças nos hábitos de vida, dietoterapia, atividade física regular, sessões de drenagem linfática (massagem suave que estimula a circulação linfática).

Os graus mais avançados exigirão as medidas já citadas mais tratamento medicamentoso e/ou cirúrgico loco-regional, como a lipoaspiração.

A eficácia do tratamento proposto depende do estágio e do tempo de duração da celulite, além da predisposição da paciente para controlar os fatores agravantes.